Terça, 18 de maio de 2021
(86) 99983-4382
Teresina

Postada em 30/04/2021 ás 20h05

Publicada por: Redação Fala Piauí

Fonte: cidadeverde.com

Doses da Pfizer serão usadas no grupo de 55 a 59 anos em Teresina
A previsão é que o envio seja feito até sábado (1).
Doses da Pfizer serão usadas no grupo de 55 a 59 anos em Teresina

Foto: Reprodução

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque,  adiantou ao Cidadeverde.com que as doses da vacina da Pfizer/BioNTech que serão enviadas para Teresina pelo Ministério da Saúde serão aplicadas em pessoas com comorbidades. A previsão é que o envio seja feito até sábado (1). 

Gilberto Alburquerque explica que o público que receberá o imunizante é o da faixa etária entre 55 a 59 anos.  Devido às especificidades no armazenamento, que requer temperaturas  entre -25°C e -15°C,  a FMS vai adotar uma logística diferente adotada na vacinação com doses da Coronavac ou Astrazaneca. Por exemplo: não haverá Drive-Trhu e as Unidades Básica de Saúde (UBSs) não serão postos da imunização.

A vacinação com as doses da Pfizer será em ambiente hospitalar. O presidente da FMS confirmou que as aplicações serão no Hospital Universitário da UFPI [que possui freezer especial], Hospital da Primavera e Hospital do Buenos Aires. “Estamos estudando a possiblidade de também ter posto de vacinação no Hospital do Dirceu  e Hospital do Promorar”, adianta Gilberto, que afirma que as doses virão armazenadas.

Entre o público com comorbidade que será imunizado estão diabéticos, hipertensos, pessoas com obesidade morbidade e cardiopatas. “Estamos aguardando nota técnica do Ministério da Saúde para definir quais serão a comorbidades consideradas”, acrescenta o presidente da FMS.

Ainda não há informações sobre a quantidade de doses que serão enviadas para Teresina. 

A vacina da Pfizer é o único imunizante contra a Covid-19 que possui registro para uso definitivo concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O imunizante pode ser aplicado em pessoas a partir de 16 anos de idade, em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas.

 “Ela vem com uma tecnologia nova, que é uma vacina de RNA, um tipo que ainda não foi praticada no mundo, é a primeira vez, primeira doença que foi desenvolvida essa tecnologia e precisa para a sua proteção da garantia dessas temperaturas baixas”, explicou o superintendente do HU- Ufpi, Paulo Márcio.

O superintendente do HU já está com a logística organizada para a vacinação. “O Hospital já tem os locais apropriados tanto para conservar as vacinas quanto para proteger o paciente nos primeiros instantes que essa vacina é aplicada”, garantiu.  

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2021 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium