Segunda, 26 de julho de 2021
(86) 99983-4382
Campanha Governo 2021
Redenção do Gurguéia

Redenção do Gurguéia

Róbson Ferreira Notícias do Município de Redenção do Gurguéia
[email protected]
(86) 99983-4382 (89) 98132-0990
Vacinação

Postada em 21/07/2021 ás 07h45

Publicada por: Róbson Ferreira

Covid-19: Redenção do Gurguéia ultrapassa a marca de 3 mil pessoas vacinadas com a primeira dose
Em quase seis meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, o principal limitador para expandir mais rápido a população imunizada ainda é a disponibilidade de vacinas, enviadas pelo Ministério da Saúde e distribuídas pelo governo do Estado.
Covid-19: Redenção do Gurguéia ultrapassa a marca de 3 mil pessoas vacinadas com a primeira dose

Redenção do Gurguéia  alcançou a marca de mais de 3298 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até o momento. Ao todo, 1109 já completaram o esquema de imunização com a segunda dose ou dose única. 

Em quase seis meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, o principal limitador para expandir mais rápido a população imunizada ainda é a disponibilidade de vacinas, enviadas pelo Ministério da Saúde e distribuídas pelo governo do Estado. Outro fator que impede um avanço ainda maior é a resistência verificada em parte da população em relação a alguns imunizantes. Isso acontece porque existe a ideia de que uns seriam mais eficazes do que outros. Contribui para esse pensamento a propagação de fake news, que acabam colocando em xeque a segurança das vacinas, especialmente da CoronaVac. 

Quatro vacinas estão em uso atualmente no país, com a autorização da Agência Nacional de Vigilância em Saúde: CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen (a primeira aplicada em dose única). Apesar de apresentarem características diferentes, todas passaram por testes rigorosos e possuem segurança e eficácia comprovadas. 

Como a oferta de vacinas contra o coronavírus ainda é menor do que o necessário para imunizar toda a população, não há como escolher qual imunizante tomar neste momento. Vale a máxima que vem sendo difundida no país por especialistas e gestores de saúde: “vacina boa é vacina no braço”. 

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Últimas notícias
Últimas municípios
Vídeos
Mais lidas da semana

Facebook

»

Twitter

»

Enquete

»

Nenhuma enquete cadastrada.

Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2021 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium