(86) 9 9983-4382
Amarante-PI

Amarante-PI

Sávio Lages Blog do município de Amarante-PI
[email protected]
(86) 998255826
Zumbido

Postada em 14/05/2019 ás 14h13

Publicada por: Sávio Lages

Fonte: Débora Nogueira

“Quem disse que zumbido não tem cura?”
‘Quem disse que zumbido não tem cura?’ é um livro que desafia a ideia predominante de que o zumbido deve ser aceito como ‘normal’ e acostumar-se com ele. Escrito de forma fácil e acessível, apresentando os resultados das inúmeras pesquisas realizadas pela especialista, além das constatações durante o atendimento a milhares pacientes com zumbido.
“Quem disse que zumbido não tem cura?”

‘Quem disse que zumbido não tem cura?’ é um livro que desafia a ideia predominante de que o zumbido deve ser aceito como ‘normal’ e acostumar-se com ele. Escrito de forma fácil e acessível, apresentando os resultados das inúmeras pesquisas realizadas pela especialista, além das constatações durante o atendimento a milhares pacientes com zumbido.

Nessa obra o leitor vai encontrar informações úteis sobre o zumbido, suas principais causas, os motivos que predispõem ao sintoma e as várias formas de tratamento que podem ser ministradas de acordo com cada caso, além de depoimentos de pacientes sobre o sofrimento com o sintoma e sua cura.

A primeira edição do livro foi lançada em 2006 e de lá para cá, a inquietude, a paixão e a persistência da Dra. Tanit sobre o ZUMBIDO trouxe muitos avanços para que, em 2019, a autora possa lançar uma edição atualizada apresentando resultados expressivos sobre a cura total ou parcial do Zumbido, conforme descrito abaixo.

A segunda edição do livro “Quem disse que zumbido não tem cura?”, marca a comemoração de 25 anos de dedicação da especialista ao estudo sobre o Zumbido - sintoma que afeta mais de 28 milhões de brasileiros. Outra comemoração, tão importante quanto, é o aniversario de 10 anos do Instituto Ganz Sanchez – primeiro centro latino-americano dedicado a pesquisa e tratamento da “quadrilha do ouvido” – Zumbido, Misofonia, Hiperacusia e perda de audição.

Sobre a pesquisa:

Qual seria sua resposta para a pergunta: ‘Você acredita na cura do zumbido?’

Dra. Tanit responde: Lançamos a primeira edição do livro ‘Quem disse que zumbido não tem cura?’ em 2006 porque já havia motivos para acreditar nisso naquela época, pelas histórias dos pacientes. Convencer as pessoas de que há outro caminho melhor a ser tomado é tão difícil como remar contra a maré: demora e cansa.

Aos poucos fomos colecionando evidências e decidimos orientar uma tese de mestrado pela USP sobre cura do zumbido, que foi finalizada em 29-10-2018.

A pesquisa envolveu uma coletânea de casos de cura do zumbido, tratados por diferentes profissionais. Por causa de prazo, ela foi analisada com os primeiros 63 casos, mas ainda está em andamento.

Vejam alguns dos resultados interessantes:

· 43 pessoas (68,2%) eram mulheres. Não há uma explicação

genética para isso,

· A nota de incômodo (de 0 a 10) com o zumbido, na época

que ele existia, foi de 7 a 10 na maioria dos pacientes. Muitos

deles tinham falta de sono, de concentração e de equilíbrio

emocional

· O tempo de duração da cura do zumbido variou com média de 7,5 anos. Isso significa que a cura pode aparecer para qualquer tempo de duração de zumbido e que pode ser um fenômeno bem duradouro.

· O pioneirismo dessa pesquisa tem força para fazer as pessoas pensarem melhor e derrubar alguns tabus.

E AGORA, qual seria sua resposta para a pergunta "Você acredita na cura do zumbido?"

Depoimento da Dra. Tanit Ganz Sanchez:

“Acredito sinceramente que aprender os vários mistérios do zumbido e transmitir esses conhecimentos são duas tarefas que fazem parte de uma missão. Para executar essas tarefas, iniciamos algumas ondas de propagação do assunto dirigidas a profissionais, por meio de cursos e palestras, e outras dirigidas ao público com zumbido.

Sempre quis melhorar a vida das pessoas, mostrando o que pode ser feito. Só que as opções não funcionam da mesma forma para todos, então o tratamento precisa ser personalizado para cada um.

A ideia central deste livro é ampliar os horizontes e mostrar que pessoas com zumbido podem sim melhorar um pouco, bastante ou totalmente! Como há grande variedade de causas, de sofrimentos e de tratamentos, cada um melhora de um jeito. Os depoimentos dos pacientes comprovam isso.”

Sobre a especialista - Profa. Dra. Tanit Ganz Sanchez:

Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP, Fundadora e Diretora do Instituto Ganz Sanchez, criadora da Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (Novembro Laranja) e do Grupo de Apoio Nacional a pessoas com Zumbido. Assumiu a missão de desvendar os mistérios do zumbido e é pioneira nas pesquisas no Brasil, sendo reconhecida por sua didática, objetividade e compartilhamento aberto de ideias. É especialista em Zumbido, Hiperacusia, Misofonia e Distúrbios do Sono.

Serviço:

Livro: “Quem disse que Zumbido não tem cura?” Disponível no site: http://www.institutoganzsanchez.com.br/

Preço: R$ 50,00

Assessoria de imprensa:

Banco de Noticias

Débora Carvalho – 11 99852 7636

Débora Nogueira – 11 99399 7726

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Últimas notícias
Últimas municípios
Vídeos
Mais lidas da semana

Facebook

»

Twitter

»

Enquete

»

Nenhuma enquete cadastrada.

Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2019 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium