Sábado, 06 de junho de 2020
(86) 99983-4382
Brasil

Postada em 22/05/2020 ás 21h17

Publicada por: Liliane Alves

Fonte: Portal do Holanda

Datena rompe com Bolsonaro após ver vídeo de reunião: 'nunca mais faço entrevista com ele'
Datena afirmou também que o Brasil Urgente vinha exibindo um comercial da Caixa sobre o pagamento do auxílio emergencial, e cobrou que Pedro Guimarães deixasse claro o que quis dizer na reunião ministerial.
Datena rompe com Bolsonaro após ver vídeo de reunião: 'nunca mais faço entrevista com ele'

Foto: Reprodução

Ao vivo na tarde desta sexta-feira (22) no 'Brasil Urgente' (Band), o apresentador José Luiz Datena rompeu com o presidente Jair Bolsonaro após assistir ao vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, que foi divulgada hoje após quebra de sigilo determinada pelo ministro Celso de Mello, do STF. 

"De preferência, eu não quero mais entrevistar o senhor presidente da República. Depois de uma atitude dessa eu gostaria que o presidente da República desse entrevista para quem ele quisesse. Com todo respeito que eu tenho a ele e ao cargo dele, eu me permito nunca mais fazer uma entrevista com ele.", disse Datena.

O apresentador também protestou contra a fala do presidente da Caixa, que disse que a Band "estava pedindo dinheiro", dando a entender que o banco recusou um pedido de ajuda da emissora: "Acho que a gente tá com um problema de narrativa. Hoje de manhã, por exemplo, o pessoal da Band queria dinheiro. O ponto é o seguinte: vai ou não vai dar dinheiro pra Bandeirantes? Ah, não vai dar dinheiro pra Bandeirantes? Passei meia hora levando porrada, mas repliquei", disse Pedro Guimarães.

Em resposta, Datena afirmou: "Aí vem o cara (Pedro Guimarães) numa reunião ministerial com o presidente da República e diz 'o pessoal da Band quer dinheiro'. Se você deu dinheiro para alguém aqui da Band, Pedro, você indique para quem você deu, que com certeza essa pessoa vai ser demitida, se não foi uma coisa legal, se não foi mídia técnica. E do jeito que você colocou tem dúbia interpretação. Ou você prevaricou e o Bolsonaro devia te mandar embora hoje."  

Datena afirmou também que o Brasil Urgente vinha exibindo um comercial da Caixa sobre o pagamento do auxílio emergencial, e cobrou que Pedro Guimarães deixasse claro o que quis dizer na reunião ministerial.

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2020 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium