Quinta, 03 de dezembro de 2020
(86) 99983-4382
Sementes misteriosas

Postada em 07/10/2020 ás 10h18

Publicada por: Liliane Alves

Sementes misteriosas vindas da China têm fungos, ácaros e praga
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) afirmou que foram encontrados fungos, ácaro e até possíveis pragas nas sementes misteriosas enviadas a moradores do Brasil.
Sementes misteriosas vindas da China têm fungos, ácaros e praga

Foto: Reprodução

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) afirmou que foram encontrados fungos, ácaro e até possíveis pragas nas sementes misteriosas enviadas a moradores do Brasil. As informações são do SBT. A análise foi feita no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária em Goiás. Até o momento, foram confirmados 258 pacotes de sementes não solicitados em 24 estados e no Distrito Federal. A pasta acredita que os pacotes "supostamente" foram enviados de 4 países da Ásia. O balanço foi divulgado em entrevista nesta terça-feira (06).

O secretário de Defesa Agropecuária, José Guilherme Leal, destacou que o material não tem certificação, por isso está sendo feita uma "pesquisa do zero" para identificar os micro-organismos presentes nas sementes. Ele ressaltou que estão sendo tomadas todas as medidas para impedir a introdução de novas pragas no país. As pessoas que receberem os pacotes devem encaminhá-los a uma unidade do Mapa ou entidade estadual de agricultura. Leal alerta que o material não deve ser manuseado.

Denúncias: O Mapa já registrou mais de 100 denúncias de envio de sementes para consumidores em 14 estados brasileiros. A chegada dessas encomendas também foi registrada em outros países, como Estados Unidos e Canadá. O departamento de agricultura americano foi o primeiro a alertar que as entregas misteriosas vindas da China poderiam estar relacionadas a uma fraude nas vendas online, conhecida como brushing e teve início em 2015.

A técnica consiste no ato de golpistas fazerem pedidos em nome de clientes fantasmas, mas utilizando dados de um consumidor que realmente compra pela internet. Então, eles enviam itens leves e de baixo custo e quando confirmada a chegada da mercadoria, os criminosos acessam o sistema e deixam avaliações positivas para a loja. Com mais elogios e vendas, a loja aparece mais cedo nas pesquisas, ou seja, o objetivo é dar visibilidade para a marca.

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2020 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium