Sábado, 23 de janeiro de 2021
(86) 99983-4382
Teresina

Postada em 30/11/2020 ás 15h42 - atualizada em 01/12/2020 ás 14h04

Publicada por: Liliane Alves

Fonte: G1

Mulher morre eletrocutada ao tocar em quiosque energizado em frente ao HGV
Perícia da Polícia Civil confirmou que Maria Lucélia Amarante, de 35 anos, morreu vítima de choque elétrico. Outras pessoas que estavam no local informaram aos policiais que sofreram choques ao tocar no quiosque, mas de menor intensidade.
Mulher morre eletrocutada ao tocar em quiosque energizado em frente ao HGV

Foto: reprodução

A mulher identificada como Maria Lucélia Amarante, 35 anos, morreu eletrocutada na tarde desta segunda-feira (30) ao tocar em um quiosque na calçada da Avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina, que estava energizado.

A Polícia Militar foi acionada para isolar a área, e a perícia da Polícia Civil confirmou que Maria Lucélia morreu vítima de choque elétrico. Outras pessoas que estavam no local informaram aos policiais que sofreram choques ao tocar no quiosque, mas de menor intensidade.

O quiosque que estava eletrificado é feito de metal, um dos vários pequenos estabelecimentos que ocupam a calçada diante do Hospital Getúlio Vargas. No lugar funciona um chaveiro. O proprietário do quiosque não foi identificado. Segundo a Polícia Civil, ele teria fechado o local há alguns dias por conta dos choques. O Instituto Médico Legal foi acionado e removeu o corpo de Maria Lucélia do local.

A Equatorial Piauí esclarece que, ao tomar conhecimento do episódio que resultou em óbito no final da manhã desta segunda-feira (30), na Avenida Frei Serafim, centro da capital, enviou uma equipe técnica em caráter de urgência para avaliar a rede de atendimento do cliente e não foram encontradas inconformidades na rede de distribuição que possam ter relação com o acidente. As equipes não avaliaram as instalações internas do trailer envolvido pois o espaço encontrava-se fechado no momento.

A Equatorial informa que segue acompanhando o caso, e aguarda o resultado da perícia que está sendo realizada pelos órgãos competentes que investigam as causas do óbito.

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2021 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium