21°C 34°C
Teresina, PI
Publicidade

Fenômeno óptico que deixa nuvens coloridas é registrado no Piauí

O fenômeno meteorológico, conhecido como “nuvens iridescentes”, foi registrado pelo professor Marcelo Reis.

03/11/2023 às 11h49 Atualizada em 03/11/2023 às 11h55
Por: Redação Fala Piauí Fonte: Meio Norte
Compartilhe:
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Uma nuvem colorida chamou a atenção na tarde desta quinta-feira (02), na zona rural do município de Campo Maior, localizado no Norte do Piauí. O fenômeno meteorológico excêntrico, conhecido como "nuvens iridescentes", foi registrado pelo professor Marcelo Reis.

Continua após a publicidade

Em uma entrevista ao Meionorte.com, o diretor de Prevenção e Mitigação da Secretaria de Estado da Defesa Civil do Piauí (Sedec) e climatologista, Werton Costa, explicou que o fenômeno, também chamado de fotometeoro, devido sua aparência luminosa, ocorre quando a luz contorna um obstáculo, ou seja, uma nuvem, e acaba se separando em cores.

Continua após a publicidade

"A irisação é semelhante ao arco-íris. A nuvem iridescente, também chamada de nuvem de fogo, acontece quando a luz do sol atravessa a nuvem e é refratada, dividindo-se em várias cores. Como resultado desse processo, a nuvem assume uma aparência multicor, refletindo várias cores de forma desordenada", explicou o climatologista.

Werton Costa afirma que essa refração chama muita atenção porque ela não segue o alinhamento do arco-íris, pois as reflexões ocorrem no interior ou entre as nuvens, ocasionando uma aparência luminosa e repleta de cores.

Continua após a publicidade

Círculo colorido em volta do sol 

Moradores de várias cidades piauienses presenciaram, no dia 20 de setembro, um fenômeno meteorológico bem diferente e cheio de cores no céu. Um arco-íris se formou ao redor do sol, criando um anel multicolorido. Além da capital Teresina, o fenômeno foi observado pelo menos nas cidades de Altos, Demerval Lobão e Campo Maior.

Em entrevista para o "Banca de Sapateiro", apresentado pelo jornalista Arimatea Carvalho, o assessor-técnico da Secretaria de Estado da Defesa Civil (Sedec) e climatologista Werton Costa disse que o círculo luminoso "primo" do arco-íris tem um nome: halo solar.

Werton explicou que o halo surge pela presença de microcristais de gelo em elevadas camadas da atmosfera (troposfera). "É um fenômeno muito semelhante ao arco-íris. A única diferença é que a luz solar no arco-íris é fracionada por minúsculas gotas d'água que atuam como um gigantesco prisma, fragmentando a luz e revelando segredos por trás da luz branca, que são as cores ou os espectros do arco-íris. No caso do halo, você não tem um arco; você tem a estrutura circular formada, e ela não é formada por água líquida em suspensão, ela é formada por cristais de gelo", falou.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina, PI
25°
Parcialmente nublado

Mín. 21° Máx. 34°

26° Sensação
1.54km/h Vento
83% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h57 Nascer do sol
05h47 Pôr do sol
Ter 35° 22°
Qua 36° 23°
Qui 33° 25°
Sex 35° 22°
Sáb 29° 22°
Atualizado às 00h11
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,38 +0,00%
Euro
R$ 5,77 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 377,664,15 +0,55%
Ibovespa
119,662,38 pts 0.08%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias